Plano de Negócios Para Blogueiros

A maioria dos blogueiros enfrenta um grande problema na transição de um blog passatempo para um blog profissional, como fonte geradora de renda. Isso acontece, porque a maior parte das pessoas que desejam se profissionalizar neste mercado simplesmente ignoram a importância de ter um plano de negócios, uma ferramenta financeira estratégica e essencial para quem deseja ter sucesso. Portanto, se você não tem um plano de negócios definido e bem escrito é hora de mudar este cenário.

Conheço vários blogueiros que só se deram conta da necessidade do plano de negócios quando perceberam que ganhar alguns centavos ou algumas centenas de dólares com o Adsense não iria mudar o seu estilo de vida (por falar nisso, você já decidiu aonde quer chegar com seu blog?). Foi nesse momento, ou seja, quando decidiram criar um plano estratégico de negócios, que realmente começaram a se preparar para o próximo nível do empreendimento.

O Que É Um Plano de Negócios?

Um Plano de Negócios é o que você define como sendo o seu negócio, as táticas e ações estratégicas para fazê-lo crescer, as fontes de recursos, foco (ou nicho de atuação), pontos chaves, vantagens e desvantagens competitivas, definição de problemas e oportunidades.

O grande erro é pensar no plano de negócios como uma ferramenta inicial ou simplesmente para levantar empréstimos junto a entidades financeiras ou investidores. Eles são vitais para a execução de qualquer negócio, e as informações contidas devem registrar com exatidão o momento que se vive.

Os blogueiros, assim como as empresas, precisam de planos para aperfeiçoar seu negócio de acordo com as prioridades estabelecidas e o estágio em que se encontra.

O Que Há De Mais Importante em Um Plano de Negócios?

A parte mais importante do plano é onde se define o caminho a percorrer para se atingir determinado alvo. O que você quer de um plano são chamados resultados, e a maneira de obtê-los é por meio da construção de detalhes que você pode controlar.

O núcleo de um plano de negócios é a especificação de datas e eventos, prazos para o cumprimento de metas, responsabilidades e compromissos. Eu defino essas questões como sendo as premissas de um plano. Ironicamente, esse tipo de detalhe é frequentemente deixado de fora porque os blogueiros não sabem muito bem como preencher esses quesitos, e essa é a parte chata desta ferramenta. Afinal de contas, “deixar rolar” é muito mais fácil.

Blogueiros geralmente têm muitas ideias, mas não sabem como coloca-las em prática, justamente porque estão desordenadas em suas mentes. O que o plano de negócios faz é ordenar estas ideias para que possam se tornar metas a serem atingidas. O caminho a se percorrer são as estratégias utilizadas para tornar a ideia algo realizável.

O fluxo de caixa é o segundo item que considero mais importante. Alguns planejadores financeiros o colocam em primeiro lugar. Mas, para mim está em segundo, porque penso que apenas quando definidas as metas é que saberemos exatamente quanto recurso financeiro será necessário para atingi-las.

O fluxo de caixa nos diz exatamente quais são as fontes de receita, as despesas e investimentos. Deve conter informações mensais e ser reavaliado a cada trimestre, para se avaliar corretamente a evolução do plano.

O fluxo de caixa também nos ajuda a ajustar as estratégias estabelecidas, conforme os resultados parciais em relação ao tempo e meta a ser alcançada.

Há duas boas razões para se ter o fluxo de caixa sempre à mão. Primeiro, porque os blogueiros necessitam ter dinheiro à mão – não lucro.

Lucro ou prejuízo é uma questão muito mais contábil e técnica. O plano de negócios nos permite saber exatamente quanto temos disponível para trabalhar. O que realmente conta é o que se tem nas mãos para pagar as contas ou fazer novos investimentos.

Segundo, o dinheiro faz muito mais sentido em um plano, porque expõe mês a mês, todo o histórico do negócio.  Um plano na “cabeça” tem pouquíssimo valor. Colocá-lo na planilha irá ajudar a entender suas projeções e expectativas de fluxo de caixa, de maneira a identificar antecipadamente quaisquer problemas e como evitá-los ou amenizar os impactos.

A conclusão do plano de negócios para um blog vai levar tempo e planejamento. Mas, no final, você vai economizar incontáveis ​​horas de esforço desperdiçado. Ao responder às perguntas, sinta-se livre para seguir a sequência que lhe for mais confortável, desde que responda todas.

Algumas podem parecer desnecessárias ou irrelevantes, mas cada uma é projetada especificamente para ajudar a estabelecer as bases de um blog próspero.

Defina Um Plano de Ação

Seu plano de negócios deve abranger todas as áreas do seu negócio. Isso significa detalhar tudo que pretende fazer e como executará cada passo. No entanto, descobri em minhas palestras e cursos que os pretendentes a blogueiros profissionais não fazem a mínima ideia do ponto de partida.

Com o fim de facilitar esse percurso, organizei um roteiro que deve ser respondido para dar início ao seu plano de negócios. Ao responder estes quesitos, você estará à frente de centenas (talvez milhares!) de concorrentes.

Portanto, mãos à obra!

Plano de Negócios

1) Quem É Você e Do Que Trata Seu Blog

  1. Liste os cinco principais objetivos que pretende alcançar com seu blog, na ordem de importância. O que motiva tais objetivos?
  2. Como você vai medir o seu sucesso em alcançar cada meta?
  3. Qual o nome (ou domínio) do seu blog? É fácil de lembrar? É de fácil associação ao nicho escolhido?
  4. Qual será o foco do seu blog? Explique em detalhes.
  5. Quem é o público-alvo para o seu blog? Pense no seu visitante ideal e defina a sua idade, sexo, nível de renda, profissão, hobbies, etc. Seja específico.
  6. O seu blog vai resolver os problemas da pessoa que você definiu acima?
  7. Que medidas(s) deseja que esta pessoa tome depois de visitar o seu blog? (Exemplos: se inscrever para a newsletter, feed de atualizações, marcar uma consultoria, compra de um produto, etc).
  8. Como você vai incentivar os visitantes a tomar esta ação?
  9. Qual é a principal forma de tornar seu blog conhecido? (Exemplos: através de motores de busca, cartões de visitas, flyers, boca em boca, etc).
  10. Onde seu site ficará hospedado? (Sugiro a compra do domínio e a hospedagem na ProudlyHost, pois, oferece excelentes serviços a preços muito acessíveis).
  11. Investimento inicial para compra do domínio e hospedagem.
  12. Outros investimentos iniciais (especificar).
  13. Qual plataforma utilizada?
  • WordPress
  • Blogger
  • Joomla
  • Drupal
  • Outra
  1. Tem conhecimentos técnicos para a criação/manutenção do seu blog? Terá que contratar alguém para este trabalho?
  2. Investimento inicial na personalização do tema/design gráfico do blog.

2) Investimentos e Despesas

  1. Custo fixo mensal com hospedagem:
  2. Custo fixo mensal com a manutenção e atualização do blog (se tiver conhecimentos técnicos suficientes, pode se livrar desta despesa):
  3. Custo fixo mensal com energia elétrica:
  4. Custo fixo mensal com publicidade (Adwords, Facebook, Banners em blogs de terceiros, etc):
  5. Custo fixo mensal com contabilidade (desnecessário no início, mas deve haver planejamento para o futuro):
  6. Pró-labore (sua remuneração com o seu blog/mês?):
  7. Outros custos fixos:
  8. Custos eventuais/variáveis:
  9. Investimento na aquisição de conteúdo de terceiros (compra de artigos e outros materiais):
  10. Reinvestimentos:
  11. Total Geral:

3) Fontes de Receita

  1. Publicidade paga (anunciantes):
  2. Artigos pagos/análise de produtos:
  3. Patrocinadores:
  4. Parcerias:
  5. Afiliados:
  6. Produtos digitais próprios:
  7. Outras fontes de receita:
  8. Total Geral:

4) Quem São Seus Concorrentes

  1. Faça uma lista com os 10 blogs que estão no topo no seu nicho. Há quanto tempo estão estabelecidos?
  2. Quais as características ou conteúdo desses blogs que poderiam ser incluídos no seu? Liste pelo menos 5.
  3. O que esses blogs fazem de errado? Onde você vê espaço para melhorias?

5) Conteúdo

  1. Que tipo de conteúdo vai ter seu blog? Escolha todas as que se aplicam (sinta-se livre para acrescentar tantas quantas desejar):
  2. Notícias da empresa e atualizações;
  3. Notícias da indústria e atualizações;
  4. Tutoriais / “faça você mesmo”;
  5. Entrevistas / perfis / perguntas e respostas;
  6. Análises de produtos;
  7. Os estudos de caso;
  8. Outros;
  9. Quantas vezes pretende atualizar seu blog (quanto mais atualizar, melhor)? Escolha uma opção:
  10. Várias vezes ao dia;
  11. Uma vez por dia;
  12. Várias vezes por semana;
  13. Uma vez por semana;
  14. A cada duas semanas;
  15. Como você vai ter ideias para novos conteúdos? Enumere pelo menos 5 maneiras. (Exemplos: reuniões empresariais, blogs concorrentes, brainstorming, revistas comerciais, feedback de leitores, etc)
  16. Listar os títulos dos cinco primeiros posts do blog.
  17. Quantos posts pretende ter “na reserva”? Liste seus títulos (pelo menos cinco).
  18. Quanto tempo pode investir em seu blog por semana?
  19. Como vai alocar esse tempo? Você pode agendar as tarefas em seu calendário a cada semana?
  20. Você tem domínio e/ou experiência necessários para lidar com todos os aspectos do blog (ou seja, a criação de conteúdo, revisão, formatação, design, configuração)? Listar os itens em que precisará de ajuda ou terá que terceirizar.
  21. Seu orçamento prevê a contratação de ajuda externa? Em quais áreas (veja item 2.2)?
  22. Olhe para os interesses listados no item 5.1 e analise a possibilidade de delegar essas tarefas ou fazer parcerias com outras pessoas para contribuírem com seu blog. Qual orçamento disponível para esses casos?
  23. Se necessário à contratação de freelancers para a lista do item 5.1, onde espera encontrar ajuda qualificada e qual a estimativa de investimento.

6) Métricas de sucesso

  1. Quais as estratégias de construção links pretende usar para melhorar o SEO do seu blog?
  2. Quanto tempo pode investir na construção de linkbuilding? Você pode agendar um horário regular diário para essa tarefa?
  3. Quais as palavras chaves e frases vai utilizar para o conteúdo do blog? Relacione entre 5 e 10.
  4. Como você pretende acompanhar o sucesso do seu blog? Marque os métodos que vai usar e anote as metas de valores de crescimento para cada um deles.
  5. Promoções especiais de lançamento do blog? Anote os detalhes.
  6. Além de estratégias SEO, como pretende aumentar o número de visitantes do seu blog (marketing social, anúncios em revistas especializadas, troca de tráfego, etc)?

Parabéns! Se completou o plano de negócios sugerido você está no caminho certo para finalmente profissionalizar o seu blog. Mas, lembre-se que este é um plano modelo, e deve ser adequado às suas necessidades e realidade.

Agora você deve deixá-lo o mais visível possível, para consultá-lo com frequência e verificar se seu negócio segue o caminho traçado. Faças as correções necessárias e persista até atingir o sucesso, segundo o que definiu nos itens 1.1 e 1.2, acima.

—xx—

Gostou do artigo?

Esta é uma pequena amostra do que há no livro Abandone a Zona de Conforto: Aproveite as Oportunidades, Seja Próspero, Livre e Feliz!.

Para ter mais ideias de negócios que você pode desenvolver a partir de casa, clique na imagem.AbandoneAZonaDeConforto-Reduzida-MDNSB

 

Cláudio Corgozinho

Advogado, Conferencista Internacional, Facilitador em Treinamentos Empresariais, Empresário, Escritor, Life, Executive & Professional Coach, Problogger, idealizador do Mais Dinheiro No Seu Bolso.

2 thoughts to “Plano de Negócios Para Blogueiros”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *