O Poder do Marketing Pessoal

Na semana passada abordamos a temática do Marketing e o Sucesso do Seu Negócio. Manteremos a mesma direção, porém, com a diferença que enquanto o foco daquele artigo é a importância do marketing na concretização dos seus planos de negócio, aqui, falaremos sobre quão poderoso o seu próprio marketing é na alavancagem da sua carreira. Em outras palavras, falaremos sobre como turbinar a sua marca pessoal. Para isso, sugiro também a leitura do artigo Minhas 16 Dicas Para o Sucesso. Revistas, Ampliadas e Atualizadas!

O marketing pessoal utiliza princípios de marketing comercial e social para nos ajudar a ter sucesso em metas que nós escolhemos para nós mesmos. É uma arma eficiente que pode realmente ajudar no desenvolvimento pessoal e profissional. No entanto, percebemos que muitas pessoas não sabem exatamente por onde começar. Mostraremos como encontrar esse ponto de partida, e depois, como continuar a desenvolver o marketing sobre si mesmo.

Como forma de tornar a questão um pouco mais didática, criamos 10 passos simples a serem seguidos, para facilitar o caminho até atingir os resultados. Todos os 10 passos são muito importantes no nosso entender, mas se deseja um pequeno atalho no momento inicial, dê mais atenção aos de número 1, 6 e 9. Vamos a eles!

1. Tenha sempre um objetivo claro em mente. Para iniciar este processo, a primeira coisa a fazer é escolher o que mais gostaria de trabalhar. As nossas sugestões são:

a) Melhorar a si mesmo mentalmente, fisicamente ou espiritualmente. O segredo de um bom marketing pessoal começa sempre com você mesmo. Se encontre, assim como a sua missão pessoal.

b) Melhorar seus relacionamentos com outras pessoas. Esse item é fundamental no processo. Quanto mais pessoas conhecer e melhor se relacionar com elas, maiores serão as chances de boas ofertas profissionais.

c) Melhorar sua forma de se expressar, seja em público, verbalmente ou por escrito.

Existem muitas outras questões importantes, mas se resolver as que acima foram propostas, estará muito a frente da sua concorrência.

2. Analise a sua situação. Faça uma avaliação honesta de si mesmo. Quais são os seus pontos fortes e fracos em relação à meta anteriormente escolhida? O que você pode oferecer às pessoas? Onde se encaixam e como contornar as suas próprias dificuldades nas duas questões anteriores? Que fatores externos apresentam oportunidades e ameaças para o seu sucesso? O que ou quem é a sua concorrência? O que você já tentou? O que funcionou? O que falhou? Anote as respostas para cada uma dessas perguntas.

3. Pesquise seu mercado-alvo (você). Este é o momento de olhar para dentro de si e descobrir o que te motiva a ter sucesso. É o momento de ser honesto consigo mesmo, de deixar cair as máscaras e identificar tudo que faz você se mover. O que realmente gosta de fazer? Quais são as suas maiores preocupações? Quais os temores? O que e quem são as influências sobre sua vida (positivas e negativas)? O que essas pessoas querem ou esperam de você? O que você vê como benefícios quando alcançar os seus objetivos? Consegue enxergar barreiras? Anote as suas respostas.

4. Decida como se posicionar frente as mudanças. Baseado no que você aprendeu nas etapas anteriores, crie uma estratégia para posicionar-se frente as adversidades. Exercite sua mente diariamente nesse sentido, de forma a criar um hábito mental positivo e ao mesmo tempo divertido. Se fizer isso com seriedade, no momento em que for exigido, a sua resposta será exatamente igual ao que criou em sua mente. Esse é o tipo de atitude que pode salvar a sua carreira. Grande parte das pessoas fracassam porque não criam planos de contingência para momentos de estresse profissional. Escolha a sua abordagem e seja consistente em empregá-la nos seus esforços de marketing diariamente.

5. Ajustar os elementos que você pode controlar e aceite os que estão fora de alcance. Os elementos clássicos de marketing são Produto, Preço, Praça e Promoção – chamados de quatro P’s. Eles representam todas as variáveis que você tem controle sobre em uma tarefa de comercialização. Antes de decidir a forma de promover o seu objetivo para si mesmo, primeiro faça tudo que puder para ajustar a oferta de si mesmo dentro dos três primeiros P´s. Pense em como você poderá aumentar os benefícios e reduzir as barreiras que você identificou nas etapas 2 e 3 acima antes de se apresentar ao mercado (o 4º P).

Os passos 6 a 9 são sobre o quarto P – Promoção. O segredo da promoção está na oferta do produto. Qual é o valor que acrescenta na vida das pessoas? Quanto pode fazer com que a vida delas se torne mais fácil? O que de útil você tem a oferecer? Lembre-se que quanto melhores os ajustes que fizer em si mesmo, mais fácil será vender o seu produto.

6. Torne seu objetivo pessoal memorável. Sempre que possível, tire uma foto de si mesmo com os objetivos já alcançados. Pode ser com o carro, moto ou barco dos seus sonhos. Tire fotos em frente das casas que se parecem com aquela que deseja ter. E viva intensamente os seus momentos, como se todos os sonhos já tivessem sido alcançados. Estas imagens vão fazer com que sua mente busque meios para alterar a sua realidade. E essas atitudes vão reforçar a mensagem de sucesso e confiança junto a outras pessoas, essencial para o marketing pessoal.

7. Escreva um slogan sobre si mesmo. Este passo é opcional, mas é bastante eficaz no desenvolvimento da autoestima. Escreva o seu slogan de forma a abraçar o posicionamento selecionado na etapa 4. Que seja uma frase curta e de impacto, e sempre que as coisas dificultarem um pouco, lembre-se do seu próprio lema e siga em frente.

8. Elabore o seu anúncio. A próxima etapa é juntar todos os conceitos anteriores e transformá-los em um anúncio sobre o que faz e oferece. O anúncio pode conter apenas texto, imagem ou ambos. O tempo necessário para concluir esta tarefa pode variar de alguns minutos a vários dias, a depender de quão sério e honesto foi nos passos anteriores. Certifique-se de contratar profissionais competentes para que esse serviço esteja a altura de tudo que realizou até aqui. Lembre-se que uma imagem bem trabalhada vale mais que mil palavras.

9. Estabeleça um sistema para entrega automaticamente dos seus anúncios. Os passos 8 e 9 estão intimamente relacionados, pois tão importante quanto produzir a publicidade sobre si mesmo é saber escolher o sistema de entrega da mesma. Penso que a parte mais importante é o ato concreto de se engajar pessoalmente no processo da entrega da mensagem. Além disso é muito importante que se esforce para atingir a perfeição, pois isso influenciará no que as pessoas pensam sobre o seu profissionalismo. Hoje em dia existem meios eficientes de email e social marketing, além dos meios tradicionais. A vantagem dos meios eletrônicos é que uma vez configurados, você pode praticamente se esquecer deles, ou seja, passam a funcionar automaticamente. Lembre-se, por exemplo, de quão eficaz são as várias campanhas que correntemente chegam ao a sua caixa postal todos os dias, em especial as marcas famosas.

Lembre-se também de configurar os seus emails, screensaver e papel de parede (pessoal e os da sua empresa) de forma a transmitirem constantemente a sua mensagem.

10. Avaliar e ajustar. Depois de executar o seu novo plano de marketing pessoal por algumas semanas, faça a avaliação sobre a necessidade de ajustes (sugiro uma checagem a cada 3 meses). Analise os resultados e siga o seu feeling para fazer as mudanças, mas confie primeiramente nos números e suas variações. Nada pode ser mais confiável para dizer se esta no caminho certo ou precisa tentar uma abordagem diferente.

Mesmo que haja uma boa resposta a uma campanha, é bom testar modificações de vez em quando. Alterne as abordagens para um pouco mais agressivas e ousadas ao longo do tempo, porque elas serão um eficiente termômetro sobre a eficiência e alcance das suas campanhas.

Ao seguir esses passos, certamente haverão mudanças em si mesmo e na forma com que seus clientes o veem. A sua imagem será reforçada, assim como a impressão da sua marca. Fatalmente, seus negócios aumentarão em quantidade e qualidade. Portanto, seja autêntico e usufrua de todos os benefícios que o marketing pode proporcionar a sua carreira ou negócio.

Leia também:

E você, o que tem feito para melhorar o seu marketing pessoal?

–x–

Se gosta e acompanha os artigos do blog, considere compartilhá-los nas redes sociais!

Cláudio Corgozinho

Advogado, Conferencista Internacional, Facilitador em Treinamentos Empresariais, Empresário, Escritor, Life, Executive & Professional Coach, Problogger, idealizador do Mais Dinheiro No Seu Bolso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *