Como Está o Tráfego do Seu Negócio Online?

Muito tem sido escrito sobre as últimas atualizações do Google, em especial a Panda, Pinguim e agora Beija-flor. Apesar dos animais utilizados como “mascotes” de cada atualização serem bonitinhos e representarem algo que trás a imagem de inofensivo, a verdade é que muitas pessoas que estabeleceram um empreendimento ou negócio online veem esses animais como ferozes e carrascos. A reclamação geral é de perda de tráfego, o que friamente, lá no finalzinho das contas se traduz simplesmente por menos receita para blogueiros e outros empreendedores digitais.

Enquanto usuário, só tenho elogios para as alterações nos códigos da maior e melhor ferramenta de buscas do planeta. Por outro lado, enquanto blogueiro, apesar de ter percebido uma pequena queda no número de visitantes de alguns dos meus projetos, confesso que não estou preocupado com essas alterações.

A Minha Realidade

O motivo é que nenhum dos meus blogs foi criado com o foco de fazer dinheiro. Antes que você diga ou pense que sou hipócrita ou coisa do gênero, deixe-me explicar.

Sempre gostei de escrever, contar histórias, ensinar e lidar com pessoas. O sucesso das minhas demais atividades profissionais dependem muito do prazer que sinto nestas tarefas. Portanto, meu maior objetivo com meus blogs sempre foi projeção profissional, reconhecimento e satisfação pessoal. No início dos blogs percebi logo que ter um poderia ser um excelente cartão de visitas daquilo que posso oferecer. Isso não significa que não tinha intenção alguma de que eles não se tornassem uma fonte de renda passiva. Por favor, não confunda as coisas. Mas o dinheiro que eles eventualmente trouxessem seria um plus, nunca minha fonte principal de renda, como de fato, acontece.

Em razão de tudo isso, nunca concentrei energia nem investimento neles. Não além daquele propósito que mencionei no parágrafo anterior. Meu foco online está em outras atividades e empreendimentos mais rendosos, e que no meu modo de entender exigem menos esforço e massa cinzenta.

Pode não parecer para quem lê, mas produzir conteúdo inédito é uma tarefa árdua e que consome horas de concentração profunda. Pelo menos para produzir um bom texto. Existem centenas de blogueiros, jornalistas e escritores que passam por bloqueio de escrita, que nada mais é do que ausência de ideias para escrever. E isso acontece com mais frequência quando se está sob pressão para produzir algo novo. Isso nunca aconteceu comigo, porque não sofro pressão nenhuma para alimentar meus blogs.

Para você ter uma ideia, o blog onde tenho o privilégio de falar sobre a Palavra de Deus, Pastor Cláudio Corgozinho, recebe atualizações quinzenalmente. O Mais Dinheiro no Seu Bolso, uma vez por semana. Apenas o Mais Tutoriais é que recebe atualizações às segundas, quartas, sextas, sábados e domingos. Mas, se não tiver o que falar, simplesmente não escrevo, seja qual blog for. Simples e sem estresse. Não dependo de nenhum desses blogs para sobreviver, e em razão disso, sempre tenho material novo para meus leitores. Meus rendimentos também não foram alterados em nada, o que também não me gera estresse nem preocupação com o que o Google faz ou deixa de fazer na internet. Na verdade, meus principais negócios não dependem nem do tráfego da internet nem do Google. E para não ser pego de “calça na mão”, sugiro que não dependa também. Por não haver esse estresse, sempre tenho tranquilidade para pensar em novos artigos para publicar.

É um círculo virtuoso que me permite inclusive ter a mente tranquila para pesquisar outras oportunidades, o que alarga minhas fontes de renda passiva ao longo do tempo. E quanto mais fontes de renda passiva puder criar, ainda que cada uma me gere pouco dinheiro, melhor, porque no somatório de todas as fontes eu consigo um bom montante, e se um ou outro deixar de existir por algum motivo, o percentual representativo é pequeno e não irá prejudicar o todo! Percebe a lógica?

Blogs Como Única Fonte de Negócios Online: Risco Total

Por isso, discordo completamente de quem afirma que ganhar dinheiro com blogs é uma atividade fácil, rentosa e que trás liberdade. Viver exclusivamente da escrita para blogs pode ser tudo, menos fácil, libertadora e rentosa (quando considerada frente a muitos outros modelos de negócios), porque se você não alimentar seu blog constantemente com conteúdo novo e relevante, ficará sem visitantes rápido. E seus rendimentos naturalmente vão cair. Por esse motivo, considero concentrar todos os esforços em blogs uma estratégia de altíssimo risco. E o diga quem está sofrendo as penalidades com o Beija-flor!

Beija-flor: Fim Da Manipulação do Tráfego

Eu acredito que quem mais fica prejudicado com essas atualizações do Google são as pessoas que trabalham exclusivamente para os robôs de buscas, que se preocupam desesperadamente com técnicas SEO, que nada mais é do que uma forma de tentar “manipular o sistema” a seu favor. Pessoas que dependem de tráfego para viver devem repensar seus negócios imediatamente, antes que seja tarde demais.

Existem alguns blogs por aí que, em explícito detrimento da lógica, bom senso, gramática, concordância, etc, têm artigos mecânicos, com excessiva repetição de palavras chaves que tornam o texto prolixo e desinteressante. Viva às atualizações do Google, porque voltaremos ao bom e velho texto informativo!

A verdade é que a era dos “manipuladores” está chegando ao fim (finalmente!), e só vai sobreviver em negócios de internet quem for além dos blogs (um dos piores modelos de negócios online).

Saída Para Continuar a Crescer

Um blog deve ser um complemento à sua atividade profissional, um meio que liga o cliente à empresa no comércio eletrônico ou à prestação dos seus serviços. Quem trabalha com blogs como única fonte de ganhos (ou se concentra exageradamente neles) está fadado a “quebrar”, e pelo jeito, muito mais cedo do que se imagina… Por mais que se tente entender o Google e se adaptar às suas exigências, novas atualizações virão, e cada vez mais frequentes.

Quem sabe qual será o próximo bichinho do Google? Uma Joaninha? Quem sabe um Tamanduá Bandeira ou um Mico Leão Dourado? Uma coisa é certa: o foco continuará sempre na melhor experiência para o usuário.

Quer ter sucesso no seu negócio, seja tradicional ou online? Concentre-se nas pessoas. Este é o segredo!

E você, a quantas anda o tráfego do seu negócio online? Quais estratégias ou mudanças pretende para retomar a posição perdida?

Sucesso!!

Cláudio Corgozinho

Advogado, Conferencista Internacional, Facilitador em Treinamentos Empresariais, Empresário, Escritor, Life, Executive & Professional Coach, Problogger, idealizador do Mais Dinheiro No Seu Bolso.

2 thoughts to “Como Está o Tráfego do Seu Negócio Online?”

  1. Ola Claudio,

    Seu artigo é muito bom. O Beija-flor tem assustado muitos donos de blogs e sites que utilizam como ferramenta de trabalho para terem retorno financeiros com isto.

    Um grande abraço e sucesso.
    Adriano

    1. Olá, Adriano!

      O grande problema é que se o profissional de internet não se preparar corretamente ele ficará prejudicado em pouquíssimo tempo. As atualizações estão cada vez mais próximas umas das outras, e mesmo que se adeque o blog ou negócio para a versão atual do código, a próxima atualização já está em estudo e planejamento. Isso acaba por tornar a luta desigual. A minha dica é: diversifique os negócios e dependa cada vez menos dos motores de buscas.

      Obrigado por prestigiar nosso trabalho. Sucesso para você também!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *